O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Copa do Brasil dará lucro para a Fifa de cerca de R$ 8,5 bilhões

Publicado em 22/06/2014,às 13h24

Com a realização da Copa do Mundo em gramados brasileiros, não se para de falar no órgão máximo do futebol mundial: a Fifa. São muitos os fatores que colocam os holofotes mirados para a entidade durante o Mundial organizado por ela, inclusive os muitos cifrões que circulam por lá. O informativo de finanças divulgado pela Fifa prevê uma receita de US$ 3,8 bilhões (cerca de R$ 8,5 bilhões) para a Copa do Brasil, originária dos direitos de TV e marketing. Cerca de 60% da receita são gerados por meio das vendas dos direitos televisivos. Segundo o órgão, o restante do rendimento equivale aos direitos de marketing.

O recorde de lucro padrão Fifa prova que a entidade vem se tornando cada vez mais lucrativa. A Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, gerou um lucro de aproximadamente R$ 7 bilhões. No Mundial da Alemanha, em 2006, foram R$ 4,4 bilhões. A Fédération Internationale de Football Association (Fifa) é uma associação regida pela legislação suíça, fundada em 1904, e sediada em Zurique. Tem aproximadamente 310 colaboradores procedentes de 35 países. 

Sucessor do brasileiro João Havelange, o suíço Joseph Blatter é o oitavo presidente da entidade. Ele tem 78 anos e ocupa o cargo desde junho de 1998. Ele lidera o Comitê Executivo, principal instituição da Fifa e colegiado responsável pela tomada de decisões em relação ao futebol. Depois de Joseph Blatter, o homem com maior poder na entidade é o secretário-geral Jérôme Valcke. É ele quem coloca em prática as decisões do Comitê Executivo, é o encarregado das finanças, das relações internacionais e da organização de competições.

A Fifa é responsável por organizar as competições que envolvem todos os continentes. Além da Copa do Mundo, da Copa das Confederações e do Mundial de Clubes, disputados nos gramados, a entidade também comanda as competições profissional e de base, masculina e feminina, do futsal e do futebol de areia. O órgão tem 209 federações afiliadas e o apoio de seis confederações: AFC (Ásia), CAF (África), Concacaf (América do Norte, América Central e Caribe), Conmebol (América do Sul), Uefa (Europa) e OFC (Oceania).

As informações são do Correio da Bahia.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário