Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

10ª edição do festival 'Aldeia do Velho Chico' começa na próxima segunda-feira (28)

Publicado em 25/07/2014, às 09h23

Festival vai acontecer  de 28 de julho a 16 de agosto. (Foto: Reprodução)
Comemorando 10 anos de existência, a Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco, realizado pelo Sesc Petrolina, traz uma programação diversificada com mais de 100 atividades artísticas e de formação. De 28 de julho a 16 de agosto, Petrolina, Ilha do Massangano e Lagoa Grande, recebem espetáculos teatrais, música, circo, dança, literatura, cinema, fotografia, gastronomia, artesanato e oficinas.

Idealizado e desenvolvido pelo Sesc, o Aldeia do Velho Chico é considerado o maior acontecimento multicultural do Vale e tem como objetivo a valorização e a descentralização da cultura. São mais de 100 atividades, envolvendo cerca de 900 artistas e com a previsão de atrair um público de cerca de 70 mil pessoas. Durante 20 dias, o Festival movimentará Petrolina e região com uma programação voltada para todas as tribos, contemplando ainda 16 atividades formativas, a exemplo de palestras, bate-papos, oficinas gratuitas de capacitação e oficinas para alunos de escolas públicas.

As comemorações desta décima edição começam dia 28/07, às 20h, com a apresentação do Octeto do Polyphonia Khoros, de Florianópolis, pelo circuito Sonora Brasil. No dia 31/07, a Galeria de Artes Ana das Carrancas recebe, às 20h, a exposição de Carlos Vergara Viajante, Experiência de São Miguel das Missões e, às 21h, o cantor e compositor Gean Ramos apresenta seu show na cantina do Sesc.

No dia 1°/08 o cortejo Abre Alas pro Velho Chico segue pelas ruas da cidade até a Orla com muito frevo, forró e quadrilhas juninas. A concentração começa às 14 horas no Sesc com a mostra pedagógica e apresentações variadas. E o encerramento será no Palco Porta do Rio, onde se apresentarão o maracatu do Baque Opará, o Samba de Véio da Ilha do Massangano, Lia de Itamaracá e os Matingueiros.

Segundo o coordenador da Aldeia do Velho Chico, Jailson Lima, além de reencontrar artistas que marcaram as edições anteriores, os 10 anos do Festival também serão vivenciados com muitas novidades, entre elas: o Domingo do Lambedor, o projeto Um escritor na minha escola e a Cena Gastrô, que alia arte e gastronomia em pratos personalizados, de acordo com espetáculos da programação, no espaço Café de Bule.

O encerramento do evento será dia 16/08 no Virarte, com 12 horas ininterruptas de arte em vários espaços do Sesc. Várias linguagens serão apresentadas como teatro, desenho, dança e música. Entre os destaques, está o espetáculo “Disse me Dança”, do grupo Em Cena Arte e Cidadania (Recife-PE), às 17h, que conta com um intérprete de Libras.

A programação é gratuita, exceto os espetáculos no Teatro Dona Amélia, que custam R$ 5 e R$ 10. Para saber mais, consulte o site www.sescpe.com.br/aldeiachico. Informações sobre inscrições e compra de ingressos também poderão ser obtidas pelo telefone (87) 3866-7480 ou (87) 3866-7454.

As informações são da Clas Comunicação.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário