Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Dunga diz que só resultados superarão desconfiança na seleção e rejeição a ele

Publicado em 22/07/2014, às 16h41

Foto: Ricardo Moraes / Ag. Reuters
A conquista de bons resultados dentro de campo é a aposta do novo técnico da seleção brasileira, Dunga, para resgatar a confiança e a simpatia do torcedor, abaladas pelo vexame na Copa do Mundo, e, de quebra, superar a rejeição ao seu nome em sua segunda passagem pelo comando da equipe.

Dunga, que comandou a seleção entre 2006 e 2010 e fracassou nas quartas de final do Mundial da África do Sul com a derrota para a Holanda, disse saber que seu retorno ao comando da seleção não será fácil.

A equipe deixou uma péssima impressão ao sofrer uma humilhante derrota de 7 x 1 para a Alemanha na Copa do Mundo disputada em casa e ao perder a disputa de terceiro lugar para a Holanda por 3 x 0, resultado que levou à demissão do técnico Luiz Felipe Scolari, do coordenador Carlos Alberto Parreira e de toda a comissão técnica.

Para a missão de reformular a seleção brasileira, além de Dunga, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já havia trazido o ex-goleiro Gilmar Rinaldi para o cargo de coordenador de seleções e mantido o técnico Alexandre Gallo como responsável pelas categorias de base. O restante da comissão técnica ainda não foi definido pela cúpula da CBF.

Paralelamente ao desafio de reformular a equipe, Dunga terá que superar uma barreira pessoal: a rejeição que cerca o seu nome quatro anos após ter deixado a seleção brasileira e, para isso, o treinador do Brasil elegeu o futebol de resultados nesse recomeço de trabalho como a tábua de salvação.

“O torcedor está machucado porque a seleção representa muito e tem carinho. Vamos reconquistar [o torcedor] com resultados e mostrar o quanto queremos fazer melhor”, disse Dunga em entrevista coletiva em que foi anunciado como sucessor de Felipão no comando da equipe.

Em setembro, começam os primeiros desafios de Dunga na sua nova era. O Brasil fará amistosos nos Estados Unidos contra Colômbia e Equador, dois adversários que estiveram na Copa do Mundo e que já têm uma base para a disputa da Copa América de 2015 e eliminatórias para o Mundial de 2018 na Rússia.

As informações são da Agência Reuters.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário