Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Engenheiro japonês cria lixeira que corre atrás do lixo

Publicado em 04/07/2014, às 18h12

A capacidade dos japoneses em inventarem produtos e serviços chega a ser invejável. Não é à toa que o país é líder nos campos da pesquisa científica e tecnológica. Um exemplo dessa criatividade pode ser vista na invenção do engenheiro japonês Minoru Kurata, que criou a lixeira inteligente Smart Trash Can.

Diferente das convencionais, a lixeira é capaz de ir atrás de um lixo jogado próximo ao equipamento. Isso é feito por meio de um sensor instalado no fundo da lata, que envia a informação para um computador. O sistema, por sua vez, calcula o lugar em que o objeto deve cair e emite um comando para a lixeira.

Com um funcionamento simples, o dispositivo representa um grande avanço nos itens domésticos, podendo ser um equipamento possível nas casas do futuro. A eficácia do produto foi até reconhecida em um importante prêmio do país, o Japan Media Arts Festival.

"A lata de lixo tem de se mover de forma autônoma. Para alcançar isso, foi criado um mecanismo especial, com um único eixo, tanto para a rotação da roda, como para a mudança no ângulo. Assim, a posição da lata propriamente não irá mudar”, explica Kurata ao Diginfo.

O criador afirma que está buscando patentear a tecnologia, para, futuramente, transformar sua invenção em um produto comercial. Enquanto a lixeira é apenas um protótipo, a população deve praticar o bom senso de sempre jogar o lixo nos equipamentos disponíveis para este fim. Aliás, o Japão é exemplo no descarte correto e reciclagem de resíduos. Na capital, Tóquio, separar o lixo adequadamente é dever (previsto na lei) de cada cidadão.

O vídeo abaixo mostra como funciona a lixeira inteligente:

As informações são do Portal Ciclo Vivo
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário