Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Estudantes da Facape ministrarão aulas gratuitas de informática para pessoas em situação de vulnerabilidade social

Publicado em 01/07/2014,às 16h12

Estudantes do curso de Ciências da Computação da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) irão ao bairro Alto da Boa Vista, na zona oeste da cidade, dar aulas para pessoas em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa será possível através de um protocolo de intenções firmado entre a autarquia e a Fundação Saúde do Vale (Save). 

Para discutir os detalhes da parceria, o presidente da Facape, Rinaldo Remígio, recebeu, na noite da última sexta-feira (27), o presidente da fundação, José Carlos de Moura, a assistente social Tereza Carvalho, e o gerente de Tecnologia da Informação, Airan Silva. No encontro, ficou acordado que a assinatura do protocolo de intenções acontecerá no dia 11 de julho, durante a inauguração da sede da Save no bairro. 

Segundo José Carlos de Moura, o público-alvo do curso de informática serão as crianças e os jovens da comunidade, mas outras pessoas interessadas também poderão participar das aulas gratuitas ministradas na sede da Save. 

A ideia inicial é formar quatro turmas com cerca de cinco alunos cada. Para o médico e presidente da fundação, a iniciativa beneficiará não apenas os moradores do Alto da Boa Vista, mas também os próprios estudantes da Facape, que poderão conhecer outra realidade fora da autarquia. 

“É uma via de mão dupla. Nós vamos ter a oportunidade de melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, oferecendo qualificação para a entrada no mercado de trabalho. Já os alunos da Facape terão uma visão extramuros da faculdade, além de treinarem suas próprias didáticas. Com isso, vamos chegar mais perto das comunidades carentes. Muitas vezes, a população não conhece os benefícios que uma instituição de ensino superior pode trazer”, explicou. 

Outros projetos 

De acordo o professor Remígio, a Facape já desenvolve outros projetos sociais na área de inclusão digital. No entanto, a parceria com a Save tem um significado especial justamente por ultrapassar os muros da faculdade. 

“Já possuímos um programa de inclusão digital desenvolvido dentro da faculdade, mas agora os nossos alunos e professores sairão do ambiente acadêmico para outra realidade. Assim, todos ganham: nós, como experiência pessoal e profissional, e a comunidade contemplada com o curso”, comentou. 

Após o início das aulas de informática, a ideia é firmar outras parcerias envolvendo os cursos de Direito e Serviço Social.

As informações são da assessoria.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário