Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania e 1ª Vara da Infância de Petrolina fazem palestras com jovens do Programa de Liberdade Assistida

Publicado em 31/07/2014, às 16h22

Foto: Divulgação
Os adolescentes que são acompanhados pelo programa de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviço à Comunidade (PSC) participaram, nesta quinta-feira (31), de uma palestra educativa sobre os cumprimento de medidas socioeducativas. O objetivo do encontro foi informar e conscientizar os jovens e familiares, a manterem-se sempre dentro do regime a que foram submetidos, o evento aconteceu na sede do CREAS- Petrolina, localizado na Rua Projetada, S/N, na Vila Mocó.

A ação faz parte de uma parceria firmada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEDESC) com a 1ª Vara Privativa da Infância e Juventude de Petrolina. A palestra foi ministrada pelo Exmº. Sr. Dr.Juiz de Direito Marcos Bacellar, titular da Vara Privativa da Infância e Juventude de Petrolina que abordou diversos assuntos, como os prejuízos causados pelas drogas; crise de abstinência; overdose; a tolerância e a dependência que as drogas causam no organismo, além de orientar sobre dicas de saúde e tratamento.

“Nós trabalhamos também os valores humanos e a valorização da auto-estima para que eles enxerguem o verdadeiro valor da vida. A família precisa estar presente, para que eles tenham uma nova chance, e assim, consigam mudar de atitude”, esclareceu o Exmº. Sr. Dr.Juiz de Direito Marcos Bacellar.

O Programa Liberdade Assistida e a Prestação de Serviço à Comunidade (PSC) são medidas socioeducativas para o atendimento e acompanhamento de adolescentes em conflito com a lei, previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). No programa existe uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, advogados e também, um orientador comunitário.

Sore o CREAS

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) configura-se como uma unidade pública e estatal, que oferta serviços especializados e continuados a famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos (violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, etc.). Os Creas podem ter abrangência tanto local (municipal ou do Distrito Federal) quanto regional, abrangendo, neste caso, um conjunto de municípios, de modo a assegurar maior cobertura e eficiência na oferta do atendimento.

As informações são da assessoria.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário