O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Agência do Meio Ambiente de Petrolina participa de reuniões que vão definir efetivação do Parque Tatu Bola

Publicado em 07/08/2014, às 15h32

Mais uma vez, representantes de várias instituições estarão reunidos para discutir a implantação do Parque Tatu Bola da Caatinga, que deverá abranger áreas dos municípios de Petrolina, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista. Nesta quinta (06) e sexta-feira (07), o diretor presidente da Agência do Meio Ambiente de Petrolina (AMMA), Gleidson Castro, participa de reuniões que acontecerão nas sedes do Incra, Universidade Federal do Vale do São Francisco e prefeitura Municipal, sempre acompanhado, dentre outras autoridades, do secretário Estadual do Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos André Cavalcanti. A agenda de reuniões está distribuída entre a tarde desta quinta e a manhã da próxima sexta.

O objetivo do projeto do Tatu Bola é permitir com que uma área de mais de 70 mil hectares seja direcionada tanto para a preservação e conservação do bioma Caatinga; bem como para a manutenção da espécie do Tatu Bola, ameaçado de extinção, de acordo com informações contidas no site do Ministério do Meio Ambiente (MMA). A unidade de conservação representa um esforço conjunto de várias instituições, a exemplo das prefeituras dos três municípios sertanejos envolvidos, universidades, governo do Estado, dentre outras.

“A cada reunião avançamos de maneira significativa com os trâmites que são indispensáveis para que o equipamento público seja efetivado com excelência e tenha sustentabilidade. Nós temos aqui o esforço de várias esferas institucionais com um só objetivo, que é tirar o projeto do papel e contribuir de forma sistemática para a preservação do Meio Ambiente”, pontua o diretor presidente da AMMA, Gleidson Castro.

As informações são da assessoria.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário