Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Andar com o carro na reserva pode danificar componentes do veículo

Publicado em 18/08/2014, às 12h04

Foto: Reprodução
Preguiça, desatenção, falta de tempo e até mesmo por ser mão fechada. Esses são alguns motivos alegados pelos motoristas para andarem com seus carros com o combustível na reserva, ou no famoso “cheirinho”. Se o hábito de rodar com o tanque quase vazio é uma prática comum a muita gente, saiba que esta mania pode causar sérios danos para o veículo e, consequentemente, para o bolso. Ao rodar com o carro sem a quantidade de gasolina suficiente no tanque, o motorista está colocando em risco vários equipamentos do veículo, o principal deles é a bomba de combustível. A peça é responsável por levar o combustível do tanque para o sistema de alimentação do motor, dando carga, rotação e deixando na temperatura adequada.

Quem anda com o carro sempre com a luz amarela do painel acesa, acelera o desgaste de peças ligadas ao sistema de alimentação, porque os resíduos acumulados no fundo do tanque sujam o pré-filtro (equipamento que fica dentro do tanque de combustível). Essa prática pode levar ao entupimento desse dispositivo e, por não conseguir absorver o combustível, queimar a bomba.

“A maioria dos veículos tem injeção eletrônica, com isso, a bomba de combustível também é elétrica. Ela fica ligada ao tanque e, caso queime, não tem reparo”, explicou Marcelo Farias, especialista em mecânica do Senai-PE. Segundo ele, se isso acontecer, será necessário realizar a troca da bomba de combustível. Se o defeito for mais simples, o motorista vai ter de desembolsar, em média, R$ 400 para comprar uma nova, sem falar os gastos com a mão de obra. Se o dano for mais sério, o dono do carro vai precisar gastar mais de R$ 1 mil.
Para escapar dessas roubadas, é importante o motorista ler o manual do carro para saber quantos quilômetros ainda pode rodar depois que a gasolina entra na reserva e a luz indicativa acende no painel. “Mas, para evitar transtornos, nada melhor que manter o veículo com uma quantidade de combustível suficiente para rodar com segurança", alertou Marcelo Farias.

Ao deixar o veículo parado em vias públicas por motivo de falta de combustível, o motorista está infringindo o artigo 27 do Código de Trânsito Brasileiro: “Antes de colocar o veículo em circulação nas vias públicas, o condutor deverá verificar a existência e as boas condições de funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório, bem como assegurar-se da existência de combustível suficiente para chegar ao local de destino". Isso é o que diz a lei. Quem descumpre esse artigo pode levar quatro pontos na carteira de habilitação e vai levar multa de R$ 85,13. Sem falar na possibilidade de remoção do veículo.

As informações são do Jornal do Commercio.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário