Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Candidata ao governo da Bahia, Lídice da Mata defende criação de rede para tratamento de viciados

Publicado em 03/08/2014, às 11h22

Foto: Divulgação
Construir ao menos um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps-AD) nas 16 maiores cidades da Bahia, além de aumentar o número de centros que funcionam 24 horas em Salvador – hoje há apenas um. Foi este o compromisso firmado na noite de sábado (02), pela candidata a governadora Lídice da Mata, da Coligação Um Novo Caminho Para a Bahia (PSB-Rede, PSL e PPL), em encontro com a juventude realizado no auditório do Museu Teixeira Leal, no Pelourinho. Também participou do bate-papo a candidata a senadora Eliana Calmon.

"Hoje, o problema central é álcool e crack, que tem grandes implicações sociais. É inaceitável que implantação dos Caps-AD esteja paralisada em todo o estado. Em Salvador, só há um CAPs-AD 24 horas, e é obvio que o consumo das drogas maior aconteça na madrugada. É meu compromisso fazer chegar ao menos um centro deste a cada uma das 16 maiores cidades do estado. Vamos construir uma política social que não seja apenas para dar atendimento ao usuário, mas também para sua família, para dar o acolhimento necessário”, defendeu Lídice.

Segundo Lídice, em seu governo, a política de combate ao consumo de drogas será de responsabilidade da Secretaria de Saúde. “Na Segurança Pública, o centro de nossa política estará muito mais voltado na inteligência para prender grandes traficantes e desmontar quadrilhas”, disse.

Proteção Social

Em paralelo com o cuidado à saúde dos usuários de drogas, Lídice assegurou que irá realizar na Bahia o programa Bahia Terra Mãe, baseado no Cidade Mãe – que realizou quando prefeita de Salvador – para realizar a inclusão social dos moradores de rua e população vulnerável. “Não é só dar cursos profissionalizantes, é fazer inclusão social com cidadania, com participação nas decisões inclusive sobre o próprio programa compartilhadas entre alunos, pais e professores”, destacou.

Lídice disse que irá incorporar também a pedagogia utilizada no Projeto Axé no projeto de educação do estado. “É a pedagogia do amor, da aproximação, que será introduzida em toda a rede escolar do ensino médio da Bahia. Temos hoje escolas atrasadas, que não estão antenadas com a linguagem que o jovem tem hoje. Sem afetividade não teremos capacidade de contaminar a juventude com esse novo modelo de educação que queremos para a Bahia. É a pedagogia da educação pela arte, para atrair a juventude, para também liberar sua criatividade”, completou Lídice.

As informações são da assessoria da candidata.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário