O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Depois de receber visita de Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente, área do distrito de Rajada, em Petrolina, onde foram encontradas gravuras de comunidades pré históricas será vistoriada por doutor em Arqueologia

Publicado em 11/08/2014, às 19h48

Açude do Pontal, em Rajada, zona rural de Petrolina. (Foto: Divulgação)
Membros da Agência Municipal do Meio Ambiente de Petrolina (AMMA) e dos Conselhos de Defesa do Meio Ambiente e da Caatinga visitam mais uma vez, nesta terça-feira (12), a área do Açude Pontal, no distrito de Rajada, onde foram encontradas gravuras que remetem à possibilidade da existência de comunidades pré-históricas. Deve fazer parte da comitiva o professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Celito Kestering, que tem Doutorado em Arqueologia. A visita está marcada para às 8h30.

Paredões de pedra apresentam gravuras pré-históricas.
(Foto: Divulgação)
A pauta da visita inclui limpeza da área, reunião para definir as próximas ações e os primeiros passos para um estudo mais aprofundado sobre as gravuras rupestres e as disposições rochosas no local. A ideia da Prefeitura de Petrolina, através da AMMA e da secretaria Executiva de Turismo, é proteger e conservar a área, bem como dotar o local com uma infra estrutura que permita a visitação de estudantes, pesquisadores, comunidade e turistas de uma maneira geral.

“É uma descoberta interessante, do ponto de vista histórico, cultural e porque não dizer turístico. Temos o propósito de envolver a comunidade local na administração desse sítio arqueológico”, destaca o diretor presidente da AMMA, Gleidson Castro.

Para proteger o local contra ações depredatórias e conservar o material que foi encontrado nas rochas da área do Açude Pontal, o prefeito Julio Lossio assinou no início do ano o decreto 35/14, que prevê a proteção dos monumentos arqueológicos e pré-históricos do município.

As informações são da assessoria.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário