O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Matadouro de Petrolina permanecerá em funcionamento até que Abatedouro de Juazeiro esteja regularizado com selo do Ministério da Agricultura

Publicado em 08/08/2014, às 15h06

Foto: Divulgação
Uma nova reunião, mediada pelo Ministério Público, deliberou sobre as condutas em médio prazo, para o funcionamento do Matadouro Municipal e Feiras Livres de Petrolina. Em audiência, realizada durante esta semana, que contou com a presença de marchantes, feirantes e representantes da Prefeitura Municipal, foi definido que o abate de animais no Matadouro de Petrolina permanece até que o abatedouro de Juazeiro esteja regularizado com Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal – SISB/POA, selo nacional expedido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento –MAPA- que concede a permissão para exportar carne para outros estados, possibilitando que bovinos sejam abatidos no município de Juazeiro/BA e transportados para Petrolina/PE. 

A situação dos feirantes também foi discutida durante a reunião, ficando estabelecido, pelo Ministério Público, que os comerciantes serão responsáveis pela estrutura e construção dos boxes, para atender as normas da Vigilância Sanitária, que exigem sistema de refrigeração para armazenar carnes e produtos repassados para o consumidor. A Prefeitura de Petrolina,
através de seus membros, atuará junto aos feirantes na orientação para aquisição de financiamentos e créditos para o custeio da construção.

Na mesma reunião o Ministério Público apresentou ao representante da Prefeitura, uma minuta de Termo de Ajuste de Conduta a ser firmado posteriormente, em que foi estabelecido a Construção de um novo Matadouro, a no mínimo 2 km da sede do Município, em um prazo máximo de dois anos. Na oportunidade o representante da Prefeitura expôs uma planta da área que está sendo estudada para instalação do equipamento, no povoado de Uruás. O Matadouro deve ser construído em parceria com a iniciativa privada, sendo responsável pelo abate de Bovinos, Caprinos, Ovinos e Suinos. Está sendo estudada também a possibilidade de ser desenvolvida no local uma Escola direcionada para o aproveitamento do couro dos animais.

As informações são da assessoria da prefeitura.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário