Image and video hosting by TinyPic

O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Tarifa de ônibus de R$ 2,85 é rejeitada em Petrolina; passagem continuará R$ 2,35

Publicado em 19/08/2014, às 01h28
Da Redação, com assessoria

Reunião aconteceu na sede da EPTTC. (Foto: Divulgação)
A possibilidade de um reajuste na tarifa de transporte público em Petrolina foi descartada na reunião que aconteceu na tarde desta segunda-feira (18), na sede da Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo (EPTTC). O diretor-presidente da EPTTC, Paulo Valgueiro, abriu a reunião e garantiu “ser contra qualquer reajuste neste momento das tarifas do transporte público”.

O valor do bilhete continuará sendo R$ 2,35. A proposta do reajuste era subir para R$ 2,84 (arredondando para R$2,85), e não foi aceito pela maioria dos representantes do Conselho Municipal de Transportes. A definição da nova tarifa partiu do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Vale do São Francisco (Setranvasf). O diretor presidente da Epttc avaliou que no momento é de se pensar na melhoria para os usuários e criar as condições do trabalhador e estudantes ter mais acesso ao transporte coletivo. “Foi sensato manter as tarifas no valor atual”, avaliou Paulo Valgueiro, no final da reunião..

Participaram do encontro a Feamup, estudantes, conselheiros, presidentes de associações de bairros, a diretoria executiva da União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (Uespe) e de Petrolina (Uesp), que tem assento no Conselho, e pediram para analisar as planilhas de custo das principais empresas. A proposta foi considerada pela maioria como "um absurdo e que penalizaria os usuários, trabalhadores e estudantes”.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário