O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Assinado o termo que autoriza o funcionamento do curso de Medicina em Juazeiro

Publicado em 15/10/2014, às 15h42

Assinatura do termo aconteceu no Paço Municipal. (Foto: Divulgação)
Na terça-feira (14), no Paço Municipal, o prefeito Isaac Carvalho, os secretários da saúde, Cássio Garcia (município), Washington Couto (Estado) e a secretária executiva do Ministério da Saúde, Ana Paula Menezes participaram do ato de assinatura do termo que autoriza o funcionamento do curso de medicina em Juazeiro.

A iniciativa integra um dos compromissos do Programa Mais Médicos, do governo federal, que tem como objetivo expandir novos cursos de medicina e melhorias da formação no país. Próximo mês, o Edital será publicado para apresentação das propostas das instituições privadas de educação superior interessadas.

O secretário de saúde da Bahia, Washington Couto, iniciou suas palavras falando da concretização de mais uma medida do Programa ‘Mais Médicos’, que em Juazeiro foi oficializado devido ao esforço do prefeito Isaac Carvalho. “Muitas cidades brasileiras concorreram, mas apenas 39 foram selecionadas, seis na Bahia. Uma delas é Juazeiro, graças ao esforço do prefeito. Mais de cinco milhões de pessoas terão na Bahia mais médicos com o andamento do Programa. Passamos muitos anos também sem universidades, mas agora a situação mudou. Vamos manter a articulação e o nosso compromisso com outros programas para dar mais oportunidades e qualidade de vida para a comunidade”, garantiu.

A secretária executiva do Ministério da Saúde, Ana Paula Menezes, explicou porque Juazeiro foi um dos municípios escolhidos. “Aqui podemos observar uma rede fortalecida, assistência básica com cobertura alta, rede interestadual, hospitais, UNIVASF, além de muitas outras condições favoráveis para iniciar o curso de medicina. Desde 2003 que o Ministério da Saúde vem desenvolvendo ações para salvar vidas, qualificando a porta de entrada da rede com mais médicos”, disse.

“É um momento histórico para a cidade e região porque através do Programa Mais Médicos vários profissionais serão formados em Juazeiro, além de residentes e especialistas que se fixarão com mais facilidade na região. Já realizamos concurso público e ampliamos os serviços com a UPA, Hospital Materno Infantil, inaugurações de nove postos de saúde. A instalação do curso também gera crescimento para o município tanto na educação como na saúde, onde muitas pessoas terão oportunidade de estudar aqui, desenvolvendo ainda outros setores da cidade, gerando emprego, renda, melhorando a economia e o turismo”, disse o prefeito Isaac Carvalho.

Critérios avaliados pelo MEC em Juazeiro

Em maio deste ano, o município recebeu a visita de representantes do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e do MEC, para avaliar a implantação do curso de graduação em Medicina através de instituição de educação superior privada. O MEC analisou rigorosamente vários critérios, dentre eles, número de leitos disponíveis SUS (mínimo 250), a existência de leitos de urgência e emergência ou Pronto Socorro, adesão do município no Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica – PMAQ, existência de hospital com mais de cem leitos exclusivos para o curso, além da avaliação da estrutura dos equipamentos públicos e programas de saúde existentes no município, dentre outros.

As informações são da assessoria da prefeitura.

Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário