O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Fábrica de frutas, hortaliças e legumes desidratados deve ser instalada em Juazeiro

Publicado em 08/10/2014, às 18h58

Empresários tiveram encontro com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Juazeiro.
(Foto: Divulgação)
O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Prefeitura de Juazeiro, Carlos Neiva, recebeu na tarde de terça-feira (07) o diretor geral da Indústria Crokan, Gerard Didienne, que acompanhado de Cleo Evangelista, executiva comercial há 15 anos na área de alimentos desidratados e comércio internacional, responsável pela área comercial e marketing da Crokan declarou a pretensão de instalar uma fábrica de frutas, hortaliças e legumes desidratados. Roberto Parish, gerente de negócios da Região Norte da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), e Eurico Serafim, assessor técnico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico também participaram do primeiro encontro.

O secretário Carlos Neiva ressaltou a importância de empreendimentos desse porte para Juazeiro e região e declarou o interesse do Município em dar continuidade a esses contatos que certamente vão gerar mais empregos, e trazer divisas para a cidade. Destacou a potencialidade e situação geográfica como fatores positivos para a otimização do empreendimento.

Gerard Didienne, francês, atua há 35 anos como diretor geral na indústria de plásticos para a aplicação na indústria de automóvel. Mora há 10 anos no Brasil, e resolveu investir no vale do São Francisco, especificamente no Distrito Industrial de Juazeiro, implantando a primeira unidade fabril da Crokan para produzir frutas, legumes e hortaliças desidratados. O Diretor destacou vantagens da desidratação de frutas como não ter adição de açúcar, ser menos volumoso, manter a qualidade e nutrientes do alimento, além de mais econômico quando se fala em transporte.

As informações são da assessoria da prefeitura.
Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário