O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Justiça desapropria 'fazenda do tráfico' em Juazeiro

Publicado em 25/11/2014, às 14h26
Da Redação

Manifestação durante a desapropriação da Fazenda Mariad II. (Foto: Reprodução / Geraldo José)
O clima esquentou nas imediações da Fazenda Mariad II, em Juazeiro, na manhã desta terça-feira (25), durante a reintegração de posse da área, que atualmente estava ocupada por dezenas de famílias que sobrevivem do plantio em lotes da extensa área.

A Fazenda Mariad pertencia ao colombiano Gustavo Duran Bautista, que segundo a Polícia, tinha envolvimento com o megatraficante Juan Carlos Ramírez Abadia. Bautista foi preso no Uruguai, no ano de 2007, quando tentava transportar 485 quilos de cocaína para a Europa, dentro de caixas de frutas cultivadas na Fazenda Mariad. Na ação, a administradora da fazenda, a paranaense Adriana Aparecida Rodrigues, também foi presa. Na mesma época, Abadia também foi preso, em São Paulo. Dese então, a Mariad ficou sem administrador e foi ocupada por trabalhadores rurais sem-terra ligados ao MST.

No último mês de junho mais uma polêmica sobre a Fazenda Mariad veio à tona, dessa vez não pelo envolvimento de drogas no assunto, mas pela suposta quantia que a área, de 200 hectares, teria sido arrematada. Segundo informações, R$ 4 milhões teria sido o valor do lance,valor abaixo do que pode realmente valer a propriedade. Como a Justiça não divulgou o nome do novo dono, a curiosidade só teve fim nesta terça-feira (25), durante o cumprimento da reintegração, que contou com o apoio das polícias Militar e Federal.

De acordo com informações, o novo dono da Fazenda Mariad é o sobrinho de Gustavo Duran Bautista, identificado como sendo Heverth Alejandro Duran Leal. A desapropriação foi cumprida por um oficial de Justiça. A via de acesso à Curaçá, na BA-210, foi interditada, com a queima de paus e pneus, mas a situação já foi controlada. Ainda não se sabe se os agricultores terão acesso ao que produziram na área. O fato é que muita gente que trabalhava na Mariad ainda não recebeu indenização. Agora é esperar pelos próximos capítulos dessa longa história.

Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário