O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Juazeiro sai na frente na valorização da Educação Infantil

Publicado em 04/12/2014, às 23h22

Foto: Divulgação
A Educação Infantil em Juazeiro vive um marco histórico. Após 20 anos da última construção de uma única creche na cidade, a gestão do prefeito Isaac Carvalho construiu, em parceria com o Governo Federal, 11 novas unidades com capacidade para até 240 crianças cada. Além disso, foram reformados, ampliados e climatizados outros prédios já existentes, aumentando mais duas mil e seiscentas vagas para a educação infantil. Até 2016 a gestão municipal pretende chegar a seis mil novas vagas.

A diretora de Educação Infantil do município, Miranery Amorim, disse que em relação ao assunto abordado em uma matéria da Rede Globo, a respeito da dificuldade dos pais em encontrar vagas para os filhos em várias capitais do país, Juazeiro desponta com um cenário melhor avaliado. “Sabemos que apesar de termos construído muitas creches, a gente ainda tem demanda por vagas. Colocamos mais crianças de zero a cinco anos nas escolas, mas ainda não resolvemos totalmente o problema. Isso teria sido resolvido se todas as outras gestões anteriores ao prefeito Isaac tivessem feito o que ele vem fazendo, investido na primeira infância”, ressalta Miranery.

O Estatuto da Criança e do Adolescente e a Constituição Federal determinam que crianças de até cinco anos tenham acesso à educação. “Aqui a gente não precisa que a Justiça nos force a atender bem a primeira infância. Estamos fazendo isso desde 2009, quando o prefeito Isaac criou a diretoria de Educação Infantil e pudemos pensar em políticas públicas voltadas ao público infantil. E agora estamos inaugurando creches, fornecendo materiais didáticos, enfim, valorizando a educação infantil”, ressaltou.

As informações são da assessoria da prefeitura.

Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário