O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Julio Lossio sanciona lei que cria a Agência do Empreendedor em Petrolina

Publicado em 01/12/2014, às 21h39

Foto: Glson Pereira / Divulgação
O projeto de lei n 2.656/2014 que cria a Agência Municipal do Empreendedor (AGE) foi sancionada na última quinta-feira (26) pelo prefeito Julio Lossio. A partir de janeiro os empreendedores petrolinenses passam a contar com um importante instrumento público de financiamento de linha de crédito, que segundo o prefeito vai mudar o jeito de empreender em Petrolina. “A ideia é facilitar a vida do pequeno empreendedor. Para tanto criamos a AGE que vai disponibilizar quatro linhas de créditos, inclusive para a Agricultura Familiar e Agricultura Orgânica Ambiental”, expôs.

Um dos carros chefes da AGE é a linha de crédito para o pequeno empreendedor. Os créditos são de até R$ 1.500,00; De R$ 1.501,00 até R$ 3.000,00; De R$ 3.001,00 até R$ 5.000,00, além da linha de crédito para Agricultura Familiar e Agricultura Orgânica Ambiental (sem uso de agrotóxico) de até R$ 5.000,00.

Além de crédito, a Agência Municipal do Empreendedor tem por finalidade executar e fazer executar, como órgão municipal, a politica e diretrizes governamentais fixadas para o Programa Municipal de Apoio dos Pequenos Negócios. Cabe a AGE, ainda:

- Aumentar as oportunidades de emprego;

- Elevar a qualidade de vida pela criação de fontes de renda segura;

- Promover a capacitação e qualificação gerencial de empreendimentos do pequeno negócio;

- Oferecer infraestrutura para facilitar escoamento de produção e possibilitar o acesso dos pequenos empreendedores ao sistema de comercialização, entre outras.

Em linhas gerais a Agência Municipal do Empreendedor nasce para apoiar e estimular a criação de organizações e mecanismo de microcréditos para o pequeno empreendedor petrolinense.

As informações são da assessoria da prefeitura.

Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário